sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Como dar o golpe em 6 passos...

Dona da história: Izabel Maria Leal Soares, 27 anos, assessora de imprensa, Belém, PA
Reportagem: Marcela Delphino



Quando entrei na balada, olhei para o telão e logo vi um cara branquinho com uma bela tatuagem no braço. Era o vocalista da banda. Me apaixonei. Soltei a mão do meu paquera e puxei minha irmã para um canto. “Vera, vou ficar com aquele cara”, prometi. Minha irmã disse que sabia que ele sempre ia a uma outra casa noturna que ela conhecia.

Em poucos dias, despachei meu “ficante” e fui em busca do meu alvo. Tiro certeiro. No final de semana seguinte, lá estava ele no local indicado. Confira o passo a passo da minha paquera. Posso garantir que dá certo. Em dois meses, estávamos casados.

Minhas 6 dicas de paquera são infalíveis!

1. Descobri do que ele gostava
Durante a semana, perguntei sobre o Júnior para amigas que tinham algum contato com pessoas próximas a ele. Assim, descobri que ele era fã de rock e curtia meninas loiras. Ponto pra mim!

2. Caprichei na produção
Que mulher não dá um trato no visual antes de sair pra paquerar? Então, fiz uma bela produção. Com direito a escova no salão de beleza, vestido novo e salto alto, que deixa qualquer mulher mais sedutora.

3. Investi num olhar fatal
Quando vi o Júnior se aproximando, me preparei pra dar o recado “Tô a fim de você”, sem deixar dúvidas. Fixei o olhar nos olhos dele e só baixei quando nos cruzamos. Um sorrisinho no canto da boca também ajudou a mostrar que eu estava interessada.

4. Fui direto ao assunto
Em dez minutos o Júnior se aproximou e perguntou: “Por que você me olha tanto?”. Respondi na lata: “Porque estou interessada em você”. Corri o risco de levar um fora, mas se ele foi até ali é porque também queria me conhecer. Aí, engatamos uma conversa e ele me pediu um beijo. Dei o beijo e o meu telefone.

5. Estava me achando!
Quando conheci o Júnior, estava segura. Tinha acabado de concluir a faculdade e estava feliz com meu corpo. Ou seja, estava muito autoconfiante. Esse estado de espírito me deu coragem pra tomar a iniciativa. Dois dias depois, ele me ligou. No outro final de semana saímos e começamos a namorar.

6. Controlei o ciúme
Não é fácil namorar o vocalista de uma banda, viu? As garotas se atiram em cima dele, mesmo. Mas eu não queria ser chata, então minha estratégia era estar sempre bem arrumada nos shows. Quando meu amor descia do palco, eu estava logo ali, linda de morrer!

“Ela não deixou dúvidas do que queria!”
Georgeson Venturieri Jr., 31 anos, o marido da Izabel

“Fiquei um pouco assustado com a forma direta que a Izabel chegou em mim. Quando ela engravidou, antes de casarmos, foi inesperado, mas posso dizer que realizei um grande sonho: o de ser pai.”



Isso é que é ter vontade de ter um filho!!
fonte: Mulé burra




Beijos, Nathy

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Arruma a mala aê...

Como toda BOA turismóloga, isso em todos os sentidos...pula a parte da modéstia tá?

Eu amoo viajar, amo conhecer lugares, pessoas, comidas, culturas...tem coisa melhor do que chegar numa cidade e vivenciar a rotina daquelas pessoas?

Com toda sorte que eu tenho, tive a oportunidade de conhecer lugares lindos, feios, pobres, ricos, sujos, limpos...sempre cansada, eu queria mais era andar e andar e voltar aos cacos pro hotel, de preferência com as mãos cheias de sacolas. E tudo no final valeu a pena.

Já viajei de avião, carro, trem, onibus e navio, e morro de vontade de fazer tudo de novo. Adoro todas as sequencias da viagem: arrumar as malas, pegar o avião, chegar, conhecer o hotel, conhecer as pessoas...

Viajar é um dos meus "prazeres" preferidos, e do jeito que eu tow, pretendo viajar muitoo ainda.
Enquanto eu não saio do chão do Recife, minha mente, meu corpo e meu coração é que tomam o primeiro avião e batem na porta dele pra dar boa noite, bom dia, um oi, um beijo, um abraço, um aperto...ui! Mas um aviãozinho sempre é válido.

São tantas coisas que eu faria se pegasse um avião, as comissárias iam se encher da minha cara!
É só pegar o avião e pronto, tow lá aonde eu quiser...afinal, "quem foi que disse que pra tá junto precisa tá perto?"
meu próximo destino? RIO DE JANIEIRO...continua lindo? seráa? depois eu conto!

Salve Santos dumond por esse projeto maravilhoso que me faz feliz em cada cidade que eu visito.
adoro!


E aproveito pra mandar um salve pras companhias aéreas que fazem promoções pra que meus desejos se realizem!!!



Beijos...boa viagem

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Cada caso é um caso...

Depois de toda essa polêmica envolvendo o caso GEYSE, eu tinha que me manifestar, afinal eu sou adepta a moda da mini, micro saia e vim aqui defender as meninas educadas e sensatas que usam esse tipo de roupa. Sou totalmente contra alguém ficar famoso no Brasil por causa de um pedaço de pano, me poupe né? vamos fazer algo produtivo e ser reconhecido por isso.


O que ela fez foi ridículo, de muito mal gosto diga-se de passagem o vestido e a atitude (porque pelo que eu sei, ela estava encurtando o tal vestido) e não bastasse isso, a mulher é FEIA né? vamos combinar que ela mata os turismólogos de vergonha falando: "pra mim sair pra fora" (aiiii) e com aquela cara de cratera lunar, ela não vai conseguir uma página na playboy NUNCA!


Filhinha, da proxima vez tenha bom gosto em usar uma roupa curta, mas que você tenha corpo para usa-la tá? não adianta isistir numa coisa que não foi feita pra você. AH e ainda sugiro a ela, fazer uma plástica no nariz e outro nos seios...pensando bem, manda ela nascer de novo e escolher outro vestido pra causar.

Com isso, deixo vocês com minhas minin, micro saias que eu adoro e uso SIM! mas sei me comportar dentro delas.






beijoss, e comentem...

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Esmalte da semana


Roxo metálico + noite quente. AMEY! lindos, dão um toque super lindo nas unhas...em outros posts eu mostro mais esmaltes da minha vasta coleção. adoro!
tenho muitos, posto um em cada semana, ok?


beijosss

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

FIM DE ANO, rima com...


Mas...sim...o fim de ano tá chegando, 52 dias lindos pela frente pra gente dar as mãos e cantar mais uma vez: 'adeus ano velho, feliz ano novo, que tudo se realize...' Muitos pedidos feitos, mas nem todos atendidos e principalmente muitooo, mas muitoo dinheiro no bolso pra bancar festas de confraternizações!

Porque vocês sabem, fim de ano as churrascarias, pizzarias, sorveterias, e até cafeterias ficam cheias! Se não tem canto ou espaço pra comemorar, o povo se abraça e troca presentes em qualquer um. SE NÃO TEM TU, VAI TU MESMO!


É sempre assim, no natal todos fazem as pazes, ficam bebos e não desgruda do pescoço de um até ouvir um perdão pelas coisas que fez durante o ano. Saco pra alguns, mas quem sempre enche o saco é papai noel com tantos pedidos estranhos e ridículos que o coitado recebe dos adultos.

SIM, porque as crianças pedem presentes, nós pedimos outras coisass.
Se Deus não nos ouve, quem mais certo pra nos ouvir no fim do ano do que PAPAI NOEL? Eu já fiz o meu...pedi que meu presente venha de jatinho particular, com um sorriso massa no rosto e algo realmente bom nas mãos pra me dar. Calma, algo realmente bom, bonito e sem malícia. tá?

Pode ser um abraço, um aperto ou um amasso. não tá bom?
tá maravilhosooo. e tamos aí pro final de ano...presentes, festas, bebidas e muitos pedidos. 52 dias pra dar tchau a esse ano, que pra mim foi fifty fifty.



BEIJOSSS

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Pica's power

Bom, para não fugir do assunto da ultima postagem, eis que vai aqui um texto muito bem elaborado pelas minhas ídolas do site MULÉ BURRA.

Caraleo, como um simples orgão pode ter esse poder todo? esse texto te faz dar voltas e mais voltas e no final vc tem a certeza: pica's tem poder mesmooo. pelos poderes de Greyscon, respirem fundo e reflitam:

Pensando sobre toda a sorte de situações a que as mulheres se submetem em nome de um amor, cheguei à conclusão de que o problema seria o excesso de liberdade, que teria nos levado a uma total falta de parâmetros. Explico: como hoje em dia pode tudo em nome da felicidade e ninguém tem que dar satisfação à ninguém, tem burralda por aí que pega todos e qualquer um, não importando etnia, credo, nível cultural, social, biotipo, capacidade intelectual, sanidade mental, caráter, NADA.

Daí que outro dia, em brilhante conversa com a querida Bubu, percebi que na verdade aquela minha análise estava sendo um tanto quanto simplista. Não se trata de não ter parâmetro, se trata de ter um parâmetro único e absoluto: A PICA. Basicamente, a pica é o que interessa, o resto não tem pressa (iéié!).

É impressionante. Não sei como nenhum cientista de Harvard ainda não publicou um estudo científico sobre o poder magnético do órgão sexual masculino (inclusive, minha teoria é que as ”bolas” seriam os pólos negativo e positivo). Mas não tenho dúvidas de que o pica’s power existe e todos os dias tal fenômeno é comprovado emPIriCAmente (isto é, na prática, no cotidiano).

Burraldas de bom coração, capturadas pelo poderoso campo magnético de uma pica, perdoam tudo. Basta que você esteja genuinamente arrependido e, portanto, não tenha intenção de incorrer no erro novamente. Mas não se esqueça de trazer a sua pica. Ah, não tem? Então senta aí e aguarda, porque o seu caso é grave.

Nem os homens são imunes a este poder! E não estou falando necessariamente da comunidade gay!

O homem é vítima, primeiramente, do poder de atração da própria pica; e tem para com a pica do próximo uma relação de admiração e companheirismo (tipo, “a pica é uma boa companheira! A pica é uma boa companheira! A pica é uma boa companheiraaaaa! Ninguém pode negar”) - inclusive, vai ver a amizade masculina (muitas vezes considerada mais sincera e genuína) seja também produto desse magnetismo peniano.

Você pode estar achando que estou apenas enfeitando e dando novo nome ao amplamente difundido conceito do “amor de pica”. Na verdade, o pica’s power é o “amor de pica” levado às últimas conseqüências, pois no meu entendimento, só um poder hipnótico ou magnético explicaria a fila de mulheres nas penitenciárias masculinas, por exemplo, reivindicando direito a “visita íntima” com tamanha veemência.

Por outro lado, pode até ser que exista um xota’s power. Se existe, infelizmente apenas algumas burraldas vieram equipadas com ele. Mas vale lembrar (sempre!) que inteligência, valores e dignidade, são “acessórios” que não estão atachados ao órgão sexual.

E o texto de hoje vai terminar assim, meio de repente. Tive dificuldades em fazer um encerramento, afinal, o tema com certeza é longo e grosso… digo, denso!




Beijos, Nathyy


quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Qual você prefere?











Não sabe qual escolher?
Sem stress. Todas estas roupas estão disponíveis na
a


Calma...cabeçinha de vento...

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Boas ou más?




Diante da vasta opções de tipos femininos existentes no mercado, me indaguei sobre os dois tipos principais: as boas e más.
Depois de ler e assistir tanto seriado e filme feministas (coisa que os homens abominam), minha cabeça quis estudar esses dois casos e pesquisar melhor a opinião masculina sobre essas pessoas.

Para conhecer o verdadeiro perfil desses dois tipos de mulheres, é só assistir filmes como sex and the city, os dois tipos estão perfeitamente destacados!
A mulher má: tipo Samantha Jones...independente, ousada, atrevida e perua, muito perua. Tem seu alto estima super elevado e principalmente: transa como homem, como ela mesma se auto denomina.
Para entender melhor, transar como homem é não sentir nada e desprezar totalmente o cara depois da transa. o lema é: "mão quente, coração frio!" desculpa baby, minha vida é muito mais importante que você e nem pense que depois dessa noite maravilhosa, vamos ter algo sério.

NEVER! as mulheres más nunca pensam em ter algo sério depois de uma noite maravilhosa! sentimento de romantismo nunca passa por suas mentes. achar que o cara vai telefonar no dia seguinte é perca de tempo e a realidade é bem mais interessante.

Diferentemente das más, estão as boazinhas...no geral são: RBBC (românticas, burras, bobas e choronas). sempre querem um colinho para passar a noite contando sua vida, um telefonema no dia seguinte, um buque de rosas com um bilhetinho ou então...uma aliança....sonham em se casar e ter filhos.
É o tipo Carrie Bradshaw...se sentem a pior pesoa do mundo depois de levar um pé na bunda.

Bom, minha pesquisa não teve nada de novidade: 90% dos homens que eu fiz essa pergunta, disseram: "boas para namorar, más pra se divertir"
É, os outros 10% dizem que gostam de más e as atiradinhas em algumas ocasiões são ótimas.
É aquele velho ditado "dama na rua, safada na cama"

Mas lembrem-se: ser má, nao é ser safada!
Boa ou má, você tem que agir! corram, meninas, mas nunca percam sua personalidade.


"AS MENINAS BOAS, VÃO PARA O CÉU. AS MÁS, VÃO PRA ONDE QUEREM!"

beijos

domingo, 18 de outubro de 2009

Expectativas...




Expectativas, ansiedade, vontade de saber o que irá acontecer...essa turbulência de sentimentos nos ultimos dias estão contaminando meu corpo.
Faltando apenas 5 dias pro meu niver, começei a refletir meus ultimos vinte e poucos anos e de longe o melhor foi o do ano passado, fiquei tão feliz com o telefonema inesperado assim que me acordei.
Adoro surpresas! quem não gosta? a vida é cheia delas, afinal todos recebem presentes, mas nem todos abrem os pacotes.

Eu abro todos, seja presente bom ou ruim...se a curiosidade mata, eu já tow morta a muito tempo!
Surpresas, expectativas...agora passa um filme na minha cabeça de tudo que me aconteceu e eu fico emocionada e agradeço cada amigo, cada pessoa que eu conheci e principalmente aquelas que estarão comigo no dia 23.

felicidade, isso é que é importante!

"Todos nós achamos que seremos grandes e nos sentimos um pouco roubados quando nossas expectativas não são alcançadas. Mas as vezes as nossas expectativas nos mostram que nos subestimamos. As vezes, o esperado simplesmente perde importancia comparado ao inesperado. Você passa a se perguntar porque se apegou a suas expectativas, porque o esperado é o que nos mantém estáveis. Equilibrados. Tranquilos. O esperado é somente o começo, o inesperado é o que muda nossas vidas."


“Somos todos suscetíveis ao temor e a ansiedade de não saber o que acontecerá.

É inútil no final...

Porque toda preocupação

E o planejamento pelo que poderia, ou não ter acontecido...só piora as coisas.

Então, passeie com seu cão, ou tire um cochilo, seja o que for...

Pare de se preocupar.

Porque a única cura para a paranóia... é estar aqui.

Como vc está.”



Beijoss





domingo, 11 de outubro de 2009

Não sei porque você se foi, quantas saudades eu senti...

Vim hoje aqui para falar dessa pessoa linda, que eu tive o prazer de conhecer e conviver durante meu último ano no colégio em 2003. 5 aninhos amanhã fazem sem ele, mas os momentos de alegria e descontração que ele nos proporcionou foram inesquecíveis! Ele me recebia com um sorriso lindo todas as manhã, esse mesmo sorriso da foto. tinha como ficar de cara feia? e olhe que meu humor de manhã não é bom!
mas ele...era perfeito em fazer a gente sorrir.
Ri, chorei, adorei todos os momentos que tive com ele e meus outros amigos...esquecer? jamais! recordar? sempre!

TE ADORO MUITO, BRUNINHO. sempre em meu coração, viu!


Luto deve ser algo que todos temos em comum,mas parece diferente em cada um
Não é só pela morte que temos que sofrer...
é pela vida, pelas perdas, pelas mudanças
E quando imagino porque algumas vezes é tão ruim, porque dói tanto
Temos que nos lembrar que pode mudar instataneamente
é assim que se permanece vivo
Quando doi tanto que nao se pode respirar,é assim que você sobrevive
Se lembrando desse dia, de alguma forma, impossivelmente, não se sentirá assim.
Não vai doer tanto.
O luto vem em seu próprio tempo para todos
à sua propria maneira
O melhor que podemos fazer, o melhor que qualquer um pode fazer é tentar ser honesto
A parte ruim, a pior parte do luto
é que não se pode controlá-lo
O melhor que podemos fazer, é tentar nos permitir senti-lo, quando ele vem.
E deixa pra lá quando podemos


Beijos, Nathy

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

A verdade: Romeu e Julieta



"...eu falei pra minha mãe que a Julieta era uma idiota. Porque ela se apaixona por aquele cara que ela sabe que não pode ter... Todo mundo acha isso tão romântico: Romeu e Julieta, amor verdadeiro... que triste. Se Julieta foi burra o bastante para se apaixonar pelo inimigo, beber uma garrafa de veneno e ir repousar num mausoléu, então ela teve o que merecia.


Talvez Romeu e Julieta estivessem destinado a ficarem juntos, mas só um pouquinho, e então o tempo deles passou. Se eles soubesse disso antes, talvez tudo tivesse terminado bem. Eu falei pra minah mãe que quando eu crescesse, eu controlaria meu próprio destino. Eu não ia deixar nenhum cara me arrastar com ele. Ela então me disse que eu seria uma sortuda se eu tivesse esse tipo de paixão com alguém e que, se eu tivesse, a gente ficaria junto pra sempre. E até hoje, eu acredito que na maior parte do tempo, o amor é uma questão de escolhas. É questão de tirar os venenos e as adagas da frente e criar o seu próprio final feliz... na maior parte do tempo. E às vezes, apesar de todas suas melhores escolhas e intenções... o destino vence de qualquer forma."


A mais pura verdade...



Beijosss

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

A tal da mudança...


Estamos sempre em eternas mudanças em nossas vidas, durante a infância, queremos ser adolescente ou logo adulto para poder freqüentar lugares maravilhosos (vulgo, matinê) , usar salto, maquiagem e principalmente: beijar na boca (ê coisa boa).

Quando a adolescência chega, percebemos que as coisas não funcionam desse jeito, as responsabilidades passam a ser uma merda, a gente começa a ser rebelde, protestar contra tudo e contra todos e bater a porta do quarto sempre que nossos pais dizem que já somos grandes o suficiente pra ter tal responsabilidade.


Crescemos mais ainda e descobrimos que não temos como fugir disso, o mundo nos espera! Deixamos de ser rebeldes e passamos a ser: homens e mulheres de negócios, responsáveis...

Como todo mundo, eu mudei diversas vezes, não gosto de falar do passado porque acho que o que passou não volta mais, então deve ser guardado a sete chaves num armário ou num cofre para que ninguém saiba que um dia você viveu aquilo. Se for pra recordar, só você mesmo pode retirar ele. Pois bem, vou retirar o meu pra compartilhar com vocês...continuando com a mudança...passei de morena pra ruiva, de ruiva pra pink, de pink pra loira, de rebelde pra patricinha, de gorda pra magra (ah cheguei no ponto que queria).

Mudanças consideráveis ótimas para vista de quem me conhece.


Sabe quando você não está bem consigo mesmo e começa a descontar nos outros? Eu era assim,típico dos hormônios em ebulição no auge da minha adolescência, quando pesava quase 70 kg (espantei todos os possíveis canditados agora), tinha cabelos ruivos e meu sonho era ter o corpo da britney...eu me revoltava com tudo!

A maioria das calças viviam rasgadas com estiletes, a diretora do colégio não agüentava mais olhar para minha cara e meu meu boletim vivia na UTI, de tão grave que era a situação. Isso, adolescente rebelde, sem causa...porque não tinha causa mesmo!

É, mudanças...elas podem tanto ser pra bom ou para ruim...mas sempre são mudanças. Adoro mudar, estamos vivos para isso! Se tem um porque mudar, mude!



"Mudança... Nós não gostamos dela. Nós a tememos. Mas não conseguimos evitá-la. Ou nos adaptamos e mudamos, ou somos deixados para trás. Dói crescer. Qualquer um que te disser que não, está mentindo. Mas aqui vai a verdade: às vezes, quanto mais as coisas mudam, mais elas permanecem as mesmas... E às vezes... oh, às vezes a mudança é boa... Às vezes a mudança... é tudo."



think about it!



beijoss

sábado, 3 de outubro de 2009

All i want is you...



Olá! Outubro chegou! meu niver ta chegando...comemorações, festas, amor, felicidade...como diz Claudinha: eu quero ser feliz antes de mais nada!!!


EXTRAVASA!


tow amando!!!!


beijossssssssss

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Meu vício é você...




"Cada louco com a sua loucura" você com certeza já ouviu falar nessa frase.
Eu viom aqui hoje tratar de um assunto particular publicamente, eu, como toda mortal, me apego a muitas coisas na minha vidinha, mas me apego mesmo e se isso se tornar um vício...lascou tudo!
É dificil largar, como uma legítima escorpiana eu sou cabeça dura e ou é 8 ou 80. Se eu gosto, gosto, se eu não gosto, não adianta insistir...

Bom enfim, vamos falar do meu vício, que deve ser o vício de 8 em cada 10 pessoas desse Brasil varonil.
CAFEÍNA! sim, muita cafeína: coca cola e café são uma espécie de lexotan quando se encontram com meu sangue. fico calminha calminha...é incrível! Se eu tow com TPM, uma garrafinha de café me ajuda a relaxar. *garrafa mesmo. eu faço uma inteira só pra mim! vocês imaginam o quanto de reclamções eu levo né? o café daqui some sem nem dar tchau pros outros, só p mim.
Sou tão viciada, que é tão certo eu ir tomar meu cafezinho quando terminar de escrever isso, quanto a novela das oito começar depois do jornal nacional.

É, sou viciada e egoísta! amo café! sei todas as cafeterias da cidade de trás pra frente, de outros estados tb...São Paulo então, quando eu vou o que eu mais faço é tomar café. tem coisa melhor?
Pra mim, o melhor café é o de lá.

Eu sou assim, se Amy winehouse prefere o Jack dela, eu prefiro minha garrafinha quentinha de café.

Bom,meu vício é esse...fazer o que?

SÓ MAIS 24 HORAS!

um cafezinho, por favor...




beijossss

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

É muito difícil viver, sabia?

Eu adoro viver! sério mesmo, o tema: VIVER A VIDA, pra mim é que nem ferrari: eu dou uma pisadinha de leve no acelerador e ja tow a 100 por hora.
Claro que você só dá valor a esse tema quando acontece algo que possa lhe tirar essa vontade louca de viver...

Essas semana li um texto de uma colega, que era praticamente uma carta de demissão pra alguém...demissão desse alguém da vida dela.
É tão bom jogar fora coisas e pessoas que não nos servem mais, ne verdade? aquilo que tá ali, mas você não tem coragem de jogar fora de jeito nenhum, por medo de precisar de novo ou por algum outro sentimento que te apega a essa coisa/pessoa.

Bom, enfim...não pretendo jogar fora nada da minha vida, ela está muito maravilhosa e se melhorar, eu dou um jeito de nao estragar. vamos viver a 100 por hora? eu tow tão feliz que tow querendo me jogar na vida!

VAMOS!

"É muito difícil viver sabia? Mais é ainda mais complicado deixar a vida passar sem lutar por ela.

Tem dias que eu acordo querendo fazer tudo diferente e outros dias eu vou dormir fazendo planos pro amanhã. Muitas vezes eu consigo e outras não. Esses dias tava pensando nisso e cheguei à conclusão que não preciso e nem quero ser infeliz por incompetência, por deixar a felicidade que está ali na minha cara simplesmente passar sem poder sentir.


Chega de errar e se culpar por isso, chega de se culpar por não ser aquilo que os outros esperam que eu sempre seja um dia. Sou essa mulher que erra mesmo, tenho defeitos sim e gostem ou não, eu sou assim mesmo.

Muitas vezes nem eu sei o que eu quero da vida, mas ela sempre me mostra o que ela quer de mim e o mais legal nisso tudo é que mais cedo ou mais tarde ela sempre mostra quando preciso aprender com aquilo tudo que passei.

Por isso hoje não é dia de querer tentar e sim o dia de continuar buscando e aprendendo que não existe talvez, ou é sim ou não, nada de ficar em cima do telhado, e cuidado, um dia ele pode cair e você vai junto.


Eu quero o melhor pra todos aqueles que conheço, mais não posso controlar quando isso não acontece, sofro quando sinto que posso ficar esquecida por aqueles que penso que amo, mas descobrir que nem tudo pode ser como eu quero e seria muito injusto cobrar amor das pessoas simplesmente por que quero que seja assim do meu jeito, por que não posso apenas viver dos momentos que dei e me deram tantas alegrias? Eu sei por que. Por que sou egoísta, sou ciumenta e sou acima de tudo humana, já vim com esses defeitos de fábrica e não sei se tem concerto.

Sou uma pessoa boa ou ruim? Bem, isso é algo que vai depender do momento, ou da forma que sou tratada por você."


É ISSO.

beijosss

sábado, 26 de setembro de 2009

Só love só love...






Vim aqui só mandar meu recado...só love, feliz...preciso dizer mais?



beijosss

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Louca, as vezes...BURRA? nunca!

Depois de ler diversos blogs, artigos e revistas sobre a eterna guerra HOMENS X MULHERES, vim aqui por meu ponto de vista e dizer que tudo que as pesquisas mostram é a mais pura verdade, infelizmente...

Já falei sobre o mulé burra, aqui? Um guia espiritual de como as mulheres ficam "burras" quando se apaixonam, adoro o trabalho delas, é maravilhoso. recomendo uma visita no blog!
Elas comandam esse assunto com tanta verdade e diversão, que você chora de rir e de tristeza ao mesmo tempo, porque depois que você lê as histórias, as letras, as sugestões de filmes...você cai na real e as orelhinhas de burra dão a primeira pontada querendo nascer.

SIM! você é burra! somos burras quando somos envenenadas por tipos cafas que não querem nada além do que a posição horizontal, e esquecem que na cabeça existe um cérebro que briga constatemente com um coração burro e teimoso.

Quando somos impulsionadas a fazer algo literalmente absurdo, insano e eles começam a se perguntar: que porra é isso? a partir desse dia você é dividida em duas: antes de ser louca neurótica e depois de se tornar uma! e virar assunto da sociedade masculina. Vcs sabem que eles comentam né? Portanto, antes de sair cantando "meu mundo caiu", se conforme com musiquinha "você é doida demais", e se você apresenta algum dos sintomas, o médico deverá ser consultado:


• Colocar uma bina (direto do telefone de casa) escondida dentro da própria gaveta de roupas


• Seguir o sujeito aonde quer que vá, e no final o esperar na porta para levá-lo para casa

• Nos seus ataques de romantismo, ligar às 6:00 da manhã para dizer que está com saudades

• Fingir que está grávida

• Engravidar de propósito

• Vigiar de quem é os fios de cabelo no carro. O cara tem que ficar explicando que é da mãe, da irmã, da tia ou pêlo de cachorro vaidoso

• Não aceitar falar pelo celular para que ele prove que está realmente em casa

• Quando o pai sai com a criança, ficar interrogando a criança!

• Aparecer na casa do sujeito, que mora numa cidade longe, às 3:00 da manhã, porque não conseguia dormir.

Eita, que depois que leu isso...você deve ter ligado pra Dr Castanho e marcado uma consultinha com ele.
Agora,sabe porque ficamos assim? as maiores razões pra uma mulher ficar louca desse jeito: as 10 maiores mentiras que eles contam.(pesqueisa realizada entre os Britânicos)

1. Não aconteceu nada, eu estou bem.

2. Esse é meu último chope.

3. Não, seu bumbum não é grande demais…

4. Meu celular estava sem sinal.

5. A bateria do celular acabou.

6. Desculpe, perdi sua ligação.

7. Eu não bebi tanto assim.

8. Já estou chegando.

9. Não foi tão caro assim.

10. Estou preso no trânsito.


Agora eu me pergunto, depois de tudo isso, Não dá vontade de matar? de cortar em pedacinhos? confesso que minha mente sanguinária já pensou nessas possibilidades.
tá, não sou uma assassina no sentido concreto ainda, mas tenho meu jeito de matar bem lentamente. portanto: CUIDADO!

Bom, é isso.


beijos




quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Por um motivo qualquer


Todo mundo tem um motivo pra alguma coisa nessa vida, as vezes não sabemos nem o porque gostamos disso ou daquilo, mas sempre tem um motivo.
O tal do motivo tá em tudo! Ah porque porque isso acontece? Não sei, só sei que é assim!
O motivo taí pra gente mudar alguma coisa, pra dizer que é por isso que alguma coisa tá acontecendo. Adoro o motivo! sou fã dele!

Com tantos motivos por aí, vou dizer o meu: ESTOU FELIZ HOJE! E minha felicidade esta sendo transmitida de várias formas: osmose, via satélite, via pensamento, sedex...meu motivo maior tem nome, sobrenome, casa, trabalho e a coisa mais supimpa de todas: o meu coração! (todo mundo: ahhhh)

O texto a seguir tem os créditos de Lucas Flores, amigo twitteiro, carioca e muito atencioso.

Adorei, e tow aqui pra compartilhar essa obra com vocês. Espero que gostem, porque é muito lindo! *É só clicar em cima pra aumentar e ler






terça-feira, 22 de setembro de 2009

Let's talk about sex?




Quem me conhece bem, sabe que eu sou fã numero um de sex and the city. Devorei as 6 temporadas em apenas 2 meses, assistia 4 episodios por dia e não me arrependo de ter gasto meus olhinhos vendo Carrie, samantha , charllote e Miranda sofrendo e chorando por causa da raça masculina.

A melhor parte é sofrer junto com elas e em cada cena apontar pra tela e dizer: “já passei por isso! Essa sou eu! Ou é assim mesmo que acontece”

Ouvia muito falar do seriado, mas nunca imaginei ser tão BOMMM, logo no primeiro episodio me identifiquei de cara com várias situações...e a cada dia que ia vivendo, era como um novo episodio. Muito igual, parecia minha vida traduzida em 6 temporadas!

Com o sucesso do seriado, o primeiro filme foi lançado em 2008 batendo recordes de sucesso em todo mundo, apesar de anos depois do término da série.

Quem assiste a primeira vez, não deixa de assistir!

Apesar da série tratar da eterna guerra homem X mulher, ela também foi uma das grandes vitrines da moda, com os personagens sempre vestindo roupas de estilistas famosos e extravagantes (na minha opinião, brega. Mas há quem diga q é chic).

O segundo filme será lançado ano que vem e eu, lógicoooo tow babandoooo com as fotos das gravações, contando os dias pra rever essas 4 amigas lindas, chics e apaixonadas.

Bom, é isso...minha dica de filme pra 2010...até lá, vejam e revejam as temporadas.



beijosss incontáveis

domingo, 20 de setembro de 2009

O prazer é seu, meu, nosso...


Quando estudamos marketing, aprendemos que a imagem e a impressão que damos aos clientes é a coisa mais importante pra ter sucesso nos nossos negócios.

É preciso impressionar! afinal, como meu teacher de marketing sempre dizia: "quem não é visto, não é lembrado!" tá, queremos ser lembrados, falados, repercutidos...o marketing tá aí pra isso.O incrível é até onde a imaginação dos nossos publicitários podem chegar! É impressionante! Principalmente quando se quer colocar um anuncio no outdoor.

Uma vez recebi um email com propagandas engraçadíssimas de motéis em várias cidades, por aqui sempre tem uma propaganda bem bolada e tal.mas sempre maliciosa (claro, estamos falando de motéis).Será que realmente que essas idéias mirabolantes e criativas nos atraem quando queremos escolher entre dar ou não dar? (dar em todos os sentidos)

Em se tratando em dar ou não dar, eu escolho a opção: o melhor e mais limpo! Porque ninguém merece ir pra esse tipo de lugar e ter que deparar com situações constrangedoras! Ah, e meu recado pros homens: rachar a conta, nem pensar! Deixem de ser mãos de vaca e abra já a carteira, porque a mulher tem que ser uma lady em qualquer situação não importa se você ta ali pra se divertir ou para amar!Aliás, o prazer é todo nosso...se deliciem.